Emponderando Mulheres de Facilities
Faça a diferença  |  Login

Blog você está em: home / Blog

Outubro Rosa - Hey, meninas! Câncer de mama é papo sério, se toca! Por Andreia Canassa

Outubro Rosa -  Hey, meninas! Câncer de mama é papo sério, se toca!  Por Andreia Canassa
6 Out 19

Última alteração - 14/10/2019 23:08:34

Tenho Câncer e uma Fé Imensa”

Meu nome é Andreia Canassa, tenho 43 anos, casada, com 02 filhas lindas, a Beatriz de 15 anos e a Giulia de 05 anos e atuo na área de facilites há 07 anos. Quem olha para mim, jamais imagina que sofro com esta doença. Tenho uma vida normal, faço absolutamente tudo:

Vou contar um pouco da minha história: em 2016, fui diagnosticada com câncer de mama triplo negativo. Meu mundo caiu com esse diagnostico, fiquei sem chão, com muito medo de morrer, devido ao meu tumor estar do tamanho de uma lararanja na mama direita,  Fiz Quimioterapia primeiro para diminuir o tumor, foram longas 22 sessões, fiz a primeira cirurgia  na Mama direita com esvaziamento axilar completo. O tratamento foi até 2017, quando finalmente recebi alta. Quando achava que tinha me livrado do câncer para sempre, ele simplesmente voltou e tive que fazer a duas cirurgias para retirada novamente de tumores na mama direita novamente. Tive sorte de estar no começo e não precisar fazer quimioterapia, somente 32 sessões de radioterapia.  Tive alta e a vida seguiu,  fazendo somente os exames de controle a cada 06 meses, para minha surpresa, no final de Julho de 2019, meus exames deram varias calcificações novamente, só que agora na Mama Esquerda,  fiquei em pânico literalmente, tive vários problemas para aceitar novamente, só que desta vez, devido à pressão  psicológica, tive crise de pânico, depressão, por não aceitar a doença novamente.  Enfim meu anjo da Guarda e oncologista,  me ajudou muito nesta fase, pois a única alternativa era fazer a retirada das 02 mamas e tentar colocar uma prótese ou expansor, pois dia 25/09 fiz a cirurgia, retirei as 02 mamas e estou em repouso e aguardando quais serão os próximos passos.

 Dessa forma, evito pensar nos pontos negativos da doença.  Utilizo as redes sociais também para encontrar apoio e força, atualizar familiares e amigos sobre a minha condição e compartilhar experiências com quem também está enfrentando a doença.

Só tenho a agradecer a Deus, minha família, meus amigos e minha equipe médica. Com todas as pessoas do “meu barco” me sinto protegida, sabendo que não estou sozinha nessa, estamos remando juntos. Não posso dizer que não sofri. Muitas vezes tive crises, recaídas, e pensei que ia morrer. Mas desistir de lutar, jamais! Emprego, arrumamos outro,  o foco e a Cura!

Depois do câncer de mama eu renasci após ter a certeza de que a vida é finita e uma só.  Hoje vivo intensamente cada minuto que me é presenteado por Deus, hoje  percebo que precisei viver esse Luto, chorei pelas dores, enjoos, falta de cabelo, eu me dei o direito de ser humana,  Não quis ser mais a Mulher Maravilha, carregar tudo nas costas, trabalhar horas, viajar como uma maluca pelas estradas, ficar sem comer, para depois ser descartada como uma pessoa que e apenas um numero,  porque essa e a vida real e bem diferente, da nossa Querida Mulher maravilha na vida real, sofreram  preconceitos, injustiças, e Mulher Maravilha não! 

Portanto não seja a Mulher Maravilha! Seja a sua Melhor versão! Cuide de você, foque em você! 

Por que a Vida é uma só! Façam seus exames, não fujam como eu fiz, porque tinha vistoria, visitas e bater metas! 

O câncer não espera e pode te levar embora na mesma proporção silenciosa que ele se manifesta, quando você se anula e não cuida de você.